Você Já Ouviu Falar em Infectobesidade?

Infectobesidade foi o nome dado para a obesidade causada por vírus, após uma pesquisa do Centro de Pesquisa Biomédica de Pennington da Universidade de Louisiana nos Estados Unidos, que estudou as relações entre o ganho excessivo de peso e infecções por vírus.

Infectobesidade
A pesquisa, feita com cobaias, mostrou que o Adenovírus-36 aumenta o número de células gordurosas e ainda amplia sua capacidade de armazenamento.
 
Segundo o professor de biologia molecular e farmacologia Jeffrey Gordon, da Universidade de Washington nos Estados Unidos, a quantidade de calorias que cada pessoa armazena está relacionada com a quantidade de bactérias intestinais, que variam entre 500 e 1.000 espécies.
 
Uma pesquisa realizada por ele demonstrou que a proporção entre diferentes tipos de bactérias na flora intestinal de pessoas obesas e magras são diferentes. Quando submetidos a uma dieta, o resultado dos obesos se aproximou ao resultado dos magros.
 
Quando em equilíbrio, os microorganismos da flora intestinal também podem ajudar a controlar a obesidade. Eles protegem as mucosas, estimulam o sistema imunológico e auxiliam na digestão dos alimentos, além de agir na estocagem de energia a nível celular.
 
Dentro da Terapia Quântica a ideia é equilibrar o organismo com os compostos frequenciais de forma a aumentar a imunidade para que o organismo se torne um ambiente inóspito aos parasitas indesejáveis.

 
Artigos relacionados:
 
 Metais Tóxicos: Causas de Intoxicação, Sintomas e Tratamento




0 Comentários

Deixe o seu comentário!

    Kellen Calixto

    Terapeuta Quântica

    Profissional credenciada pelo método QuantumBio.